Paraguai: Novas discussões sobre o futuro de tribo isolada

Bloqueio dos Ayoreo da Rodovia Pan-Americana contra a invasão de seu território.

Bloqueio dos Ayoreo da Rodovia Pan-Americana contra a invasão de seu território.

© GAT/ Survival

• A área é lar para os últimos indígenas isolados vivendo fora da Amazônia

• Possui a maior taxa de desmatamento do mundo

O início de discussões entre o governo paraguaio e representantes indígenas representam um grande avanço para os esforços em proteger o território de uma vulnerável tribo isolada do desmatamento ilegal crescente.

Os Ayoreo isolados são os últimos indígenas isolados fora da Amazônia. Seu território, no oeste do Paraguai, possui a maior taxa de desmatamento do mundo.

Membros contatados da tribo apresentaram um pedido formal em 1993, com o apoio da organização local GAT. Desde então, grandes partes da floresta foram destruídas.

As discussões são resultado de um pedido formal para que a terra seja devolvida aos seus donos indígenas, apresentado pela organização local GAT à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

Representantes do governo se reunirão com líderes Ayoreo mensalmente durante um ano, em um processo fiscalizado por um oficial das Nações Unidas.

O território dos Ayoreo é ocupado por diversas empresas que estão desmatando a floresta para abrir espaço para o gado. Estas incluem a pecuarista brasileira Yaguarete Porá S.A. e Carlos Casado S.A. (uma subsidiária da construtora espanhola Grupo San José).

Um número desconhecido de Ayoreo permanecem isolados. Eles vivem fugindo da rápida destruição de seu lar florestal.

Muitos, no entanto, já foram forçados para fora de seu território por forasteiros. Alguns deles contraíram uma doença misteriosa similar à tuberculose que matou diversos membros da tribo.

Em fevereiro de 2016, a CIDH apresentou medidas emergenciais ordenando que o governo paraguaio pare o desmatamento e proteja os indígenas isolados vulneráveis vivendo na região. O governo, no entanto, não cumpriu com a ordem. Uma imagem recente de satélite mostra que em 2016, as florestas continuavam a ser desmatadas.

Desmatamento ilegal por empresas pecuárias continuou na terra dos Ayoreo em 2016.

Desmatamento ilegal por empresas pecuárias continuou na terra dos Ayoreo em 2016.

© GAT

A terra dos Ayoreo é uma das últimas florestas que permanecem intactas no Paraguai.

O diretor da Survival, Stephen Corry, disse: “O governo ignorou os Ayoreo por muito tempo. Se um progresso real não for feito esse ano, seus parentes isolados correm o risco de serem exterminados em breve. Os Ayoreo são os melhores para proteger seu lar florestal. Destruir os Ayoreo também destruirá uma das terras mais biodiversas do Paraguai.”

Contexto

- As tribos isoladas são os povos mais vulneráveis do planeta. Sabemos muito pouco sobre elas. Populações inteiras estão sendo dizimadas pela violência genocida de estranhos que roubam suas terras e recursos, e por doenças como a gripe e o sarampo, às quais não têm resistência.
- Os indígenas isolados são os melhores guardiões de seu ambiente. E evidências provam que territórios indígenas são as melhores barreiras ao desmatamento.
- A terra dos Ayoreo é parte de uma Reserva da Biosfera da UNESCO.
- Estima-se que mais de 14 milhões de árvores são derrubadas por mês no Paraguai.
- A ONU afirmou que os Ayoreo estão em um “estado de emergência” e alertou que a falha do governo em devolver a terra aos seus donos por direito coloca as vidas dos indígenas em grande risco.