Brasil reforça segurança conforme 'situação de crise' ameaça índios isolados

O posto da Funai, que foi saqueado por suspeitos de tráfico de drogas.

O posto da Funai, que foi saqueado por suspeitos de tráfico de drogas.
© Maria Emília Coelho/ Survival

O governo brasileiro diz que vai enviar agentes da Força Nacional para ajudar a proteger uma tribo de índios isolados que desapareceu após o ataque de traficantes de drogas a um posto de guarda do governo.



Na semana passada, Survival International informou que traficantes de drogas peruanos, fortemente armados, tinham cercado e saqueado a base no oeste da Amazônia brasileira. A preocupação com o bem estar dos índios cresceu depois que trabalhadores da FUNAI (Fundação Nacional do Indio) encontraram uma flecha quebrada dentro de uma das mochilas dos traficantes.

A 

FUNAI fez um sobrevôo da área para procurar sinais dos índios isolados e viu que a aldeia e as plantações estavam em boa condição. Mas os temores permanecem elevados, já que ainda não há avistamentos confirmados dos índios.



Relata-se que a secretária de Segurança Pública, Regina Miki, declarou que no momento tem uma ‘situação de crise’ exigindo uma ‘ocupação permanente pelo Ministério da Defesa’.



Extração ilegal de madeira na reserva Murunahua no Peru está fazendo com que os índios fujam para o Brasil – a região onde mora esta tribo

Extração ilegal de madeira na reserva Murunahua no Peru está fazendo com que os índios fujam para o Brasil – a região onde mora esta tribo
© G. Miranda/FUNAI/Survival

Os índios foram manchete em todo o mundo em fevereiro. O diretor da Survival, Stephen Corry, classificou o desaparecimento deles como uma ‘angústia extrema’. Ele disse, ‘Parece que medidas estão sendo tomadas pelo Brasil para melhorar a segurança na área, e esperamos que evite-se que essa parte da Amazônia se torne um abrigo para os traficantes de drogas. Mas o Peru deve fazer sua parte também, pois parece ser o lugar de onde os traficantes estão vindo’.



Survival tem escrito ao presidente do Peru pedindo-lhe para evitar novas invasões ao território dos índios e para implementar medidas para proteger as tribos.