Sebastião Salgado e Vanity Fair chamam atenção à situação da 'tribo mais ameaçada do mundo'

A revista Vanity Vair se associou ao renomado fotógrafo Sebastião Salgado para chamar atenção à situação dos Awá.

A revista Vanity Vair se associou ao renomado fotógrafo Sebastião Salgado para chamar atenção à situação dos Awá.

© Vanity Fair

Sebastião Salgado, o fotógrafo brasileiro mundialmente conhecido e a revista Vanity Fair juntaram forças para divulgar a grave situação dos índios Awá, que foram identificados pela Survival International – o movimento global que luta pelos direitos indígenas – como ‘a tribo mais ameaçada do mundo’. A matéria de 13 páginas, publicada na edição de Dezembro da revista, está disponível mundialmente desde o dia 1 de Novembro.

Alex Shoumatoff, editor contribuinte senior da revista, e Salgado passaram várias semanas com os Awá na floresta Amazônica, para expor o fracasso do governo brasileiro, que há décadas vem falhando em proteger o território do povo Awá contra a invasão em massa de fazendeiros e madeireiros ilegais.

A terra dos Awá está sendo destruída mais rapidamente que qualquer outro território indígena da Amazônia. O governo vem ignorando repetidamente as ordens judiciais para a remoção dos madeireiros ilegais. Atualmente existem apenas 450 Awá, dos quais 100 estão isolados, se escondendo em áreas de floresta que diminuem a cada dia, para tentar escapar dos pistoleiros que os caçam.

Um homem Awá disse à Survival, ‘Os madeireiros estão destruindo tudo, já quase não tem mata bonita. Eu costumava caçar, mas os animais estão desaparecendo. A polícia tem que remover os madeireiros agora!’

Os Awá estão cada vez mais desesperados, à medida que sua floresta está sendo destruída em ritmo alarmante.

Os Awá estão cada vez mais desesperados, à medida que sua floresta está sendo destruída em ritmo alarmante.

© Fiona Watson/Survival

Uma campanha internacional da Survival International, liderada pelo ator vencedor do Oscar, Colin Firth, produziu mais de 54.000 cartas de protesto endereçadas ao Ministro da Justiça do Brasil. Dezenas de celebridades, como o compositor Heitor Pereira, a designer de moda Vivianne Westwood e o Sebastião Salgado, se fotografaram com o adesivo íconeAwá, um logotipo com as palavras: ‘Brasil: Salve os Awá’.

Em agosto deste ano, o jornal O Globo publicou, em primeira página, uma série de reportagens sobre os Awá com fotos do Sebastião Salgado e texto da jornalista Miriam Leitão.

Stephen Corry, o diretor da Survival, disse hoje, ‘Esperamos que isso dê o empurrão urgente que a campanha para salvar os Awá precisa desesperadamente. Muitos especialistas alertaram quanto ao perigo de ‘extinção’ e ‘genocídio’ à medida que um dos últimos povos nômades do Brasil é forçado para dentro de uma mata que diminui a cada dia. O Ministro da Justiça do Brasil possui o poder de salvar os Awá. Esperamos que esta exposição pública o force à agir e tomar as medidas necessárias. Ou será que os milhares de torcedores à caminho do Brasil para a próxima Copa do Mundo chegarão em tempo de testemunhar o último trecho de floresta dos Awá queimando?’